Concurseiros de plantão: veja 10 dicas para ser aprovado em concurso público

Professora de Planejamento Estratégico de Estudos dá dicas para ajudar a se organizar e estudar com foco e planejamento

A professora Viviane Rocha, que leciona Planejamento Estratégico de Estudos nos cursos preparatórios da Central de Concursos, listou 10 dicas para ajudar o candidato que está se preparando ou que deseja iniciar sua preparação para conquistar um cargo público.

Confira a seguir:

Dica 1: Eleja o cargo ou concurso que deseja se preparar

O candidato deve buscar informações acerca do cargo, salários, planos de carreira e benefícios que são pertinentes ao cargo que almeja.

Não se esqueça que salário não é tudo, a decisão deve ser pautada na escolha de um cargo que traga satisfação na vida pessoal e profissional. Nada pior que trabalhar em algo que não se sente animado e desafiado.

Dica 2: Conheça as características do concurso

A leitura do edital (caso ainda não esteja publicado, pode ser o anterior) auxiliará o candidato a relacionar o conteúdo programático, critérios e etapas de avaliação, peso e quantidade de disciplinas e, claro, a característica da banca organizadora, para estudar de acordo com a realidade e aprofundamento que a prova exige.

Dica 3: Estudo antecipado, independentemente do concurso, é um grande diferencial

O candidato que planeja a preparação antes da publicação de um edital consegue imprimir um ritmo de estudo muito maior que os que deixam somente para estudar após o edital publicado. Vale salientar que o período que temos, normalmente, entre a publicação do edital e a aplicação da prova não costuma ser longo, sendo assim, o ideal é deixá-lo apenas para revisão dos conteúdos e repasse dos pontos ainda não assimilados ou conteúdos novos que possam aparecer no edital.

Dica 4: Como começar?

Sabendo o conteúdo o candidato deve escolher o método e/ou modalidade de ensino que utilizará para iniciar seus estudos. Ele pode iniciar pelas disciplinas “básicas” e intercalar o estudo da teoria com a resolução de questões de provas anteriores, isso será um termômetro que dirá se ele está no caminho certo.

Na reta final, ou seja, com o edital publicado, indica-se fazer um simulado por semana ou a cada 15 dias para verificação e ajuste das revisões e aprofundamento de temas.

Dica 5: Faça um planejamento que inclua sua rotina pessoal e de estudos

O candidato deve:

• Relacionar os compromissos profissionais, de lazer e pessoais;
• Relacionar os períodos que serão destinados aos estudos.

Com base nos horários que serão destinados ao estudo, ele deve fazer um cronograma e estabelecer metas diárias, semanais e mensais, intercalando o estudo de novos conteúdos e revisão dos já vistos. Não pode negligenciar nenhum conteúdo, nem mesmo aqueles considerados mais fáceis pelo candidato.

Dica 6: Estudar sozinho ou buscar ajuda especializada?

Muitas são as formas de estudar. O candidato deve escolher a que mais se adequa à rotina e quanto mais autodidata for no processo, mais disciplina tem que ter.

Hoje, temos cursos on-line, presenciais, plataformas para resolução de questões, entre outros. No entanto, nenhum deles será útil se o estudo não for focado. Ser disciplinado e organizado sempre auxiliará em qualquer modalidade de estudos.

Dica 7: Como manter a motivação e foco nos estudos?

O candidato deve manter-se positivo, otimista e acreditar que está no caminho certo. Deve imaginar como sua vida pode mudar a partir da sua aprovação e pensar: todos os que ocupam um cargo público estão lá porque não desistiram.

Claro que não é sempre fácil, mas uma coisa é certa: não deixe que medos e receios tomem conta de sua decisão, que minem os seus sonhos. Seja forte e decidido! Se alguém já conseguiu, você conseguirá também.

Dica 8: Cuide do sono, descanso, lazer e alimentação

Durante os períodos de estudos, o candidato deve hidratar-se e alimentar-se adequadamente, evitando alimentos pesados e gordurosos.

Descansar e não perder horas de sono são importantes: uma noite de sono faz milagres e recarrega as energias para o dia seguinte.

Quanto ao lazer, o candidato deve entender que haverá momentos em que é importante dar atenção aos seus hobbies e à sua família. Normalmente, são também formas de recarregar as baterias.

Dica 9: Cuidado com os tomadores de atenção!

Vai começar a estudar? O candidato deve tentar desligar o celular e desativar as notificações das redes sociais e aplicativos de conversas. Isso vai diminuir a ansiedade durante os estudos. Isso é tão certo que muitos alunos, depois que iniciaram os estudos para concursos e já estão em um ritmo avançado, escolheram desativar seus perfis em redes sociais.

Dica 10: Aproveite seu tempo

Após pouco mais de 2 anos do início da pandemia de Covid-19, foram formados dois grupos de concurseiros:

1) os que estudaram durante a pandemia porque tinham certeza que os editais represados cedo ou tarde seriam publicados;
2) os que não estudaram porque queriam algo de concreto para ter “motivação” para retomar ou iniciar os estudos.

Independentemente da circunstância ou escolha de cada grupo, tivemos um ponto que considero primordial: o tempo passa muito rápido para todos.

Tenha certeza de que todo esse trabalho e dedicação valerá a pena. Sua aprovação será consequência de constância, disciplina e método, ou seja, ritmo e estratégia nos estudos. Dedique-se todos os dias em busca do sonho de ter estabilidade financeira e profissional, estude como se a prova já estivesse marcada, faça o melhor a cada dia, e tudo isso garantirá que chegue no dia da prova com a sensação de dever cumprido.

(Com informações da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVLT não presta nem para ‘carrinho de cachorro-quente’
Próximo artigoMauro Mendes diz que não há dinheiro para compensar reservas “a torto e a direito”