Como fazer um empréstimo? Descubra tudo que você precisa saber

Está precisando contratar um empréstimo, mas não sabe como fazer isso? Aqui compartilhamos tudo que você precisa saber para contratar crédito.

O número de serviços para contratação de capital cresce a cada dia em todo o mundo. No Brasil, a quantidade de modalidades vem se expandindo, aumentando as opções para a população e finalmente mostrando quais são as mais adequadas para o país.

 

No entanto, cabe a nós lembrar que existem alguns tipos que são altamente perigosos em favor do seus juros abusivos e curto prazo para pagamento. Mesmo que o contratante seja o mais organizado possível, muitas vezes acaba adquirindo uma dívida através desse modelo de serviço.

 

Pensando em você que está atrás de um empréstimo, mas não sabe ainda como adquirir esse serviço e nem qual a melhor opção, mostraremos tudo sobre o assunto, além de responder outras questões importantíssimas. Acompanhe e entenda!

Empréstimo: um método para todos?

O empréstimo é um método de contratação de capital muito comum no Brasil. Mas, apesar de ser frequente entre a população, este não é um serviço bem explicado, o que pode trazer possíveis infortúnios aos contratantes.

 

Esse serviço, em muitas formas, é limitado para alguns grupos. Pessoas acima de 60 anos só podem contratar um crédito pessoal, por exemplo, se garantirem o pagamento de uma taxa maior que o normal – causando, posteriormente, uma dívida com o banco.

 

Por isso, caso você passe por uma situação semelhante, fuja da respectiva empresa. É possível, sim, contratar um empréstimo seguro, sem possíveis dores de cabeça com o pagamento e que aceite todos os grupos que buscam por esse capital. Somente procure pelo melhor método e aposte nele.

Como contratar um empréstimo?

A contratação de um empréstimo, apesar de ser facilitada em alguns lugares, exige determinados procedimentos para o contratante. Estes variam de acordo com a empresa em questão, porém possuem partes específicas, que são comuns entre todos.

 

A seguir, veja quais são os processos essenciais para ter-se em mãos na hora de realizar um empréstimo:

Documentação

A documentação básica, como a identidade, CPF e até mesmo carteira de trabalho são essenciais na hora de contratar um empréstimo, visto que a empresa precisa conhecer a pessoa que está pegando capital e ter as informações úteis para encontrá-la.

 

Por isso, se você está planejando realizar o orçamento com uma agência que oferece esse serviço ou com um correspondente bancário, não se esqueça de levar documentos como identidade e outros.

Demais burocracias

Além disso, a depender do método de empréstimo, é importante levar outros documentos como comprovante de residência, entre outros. No caso de aquisição de capital a partir do modelo home equity é importante ter em mãos a escritura de seu imóvel.

 

Caso alguns desses papéis estejam em falta, raramente a empresa aceita realizar o serviço e automaticamente você fica sem esse dinheiro.

Qual o melhor e pior tipo de empréstimo?

No Brasil existem incontáveis tipos de empréstimos, sendo eles comuns e não tão comuns. É possível garimpar qual o melhor serviço para você, principalmente quando se trata do tempo para pagamento e taxas envolvidas.

 

Por isso, mostraremos aqui o melhor tipo de empréstimo e o pior a se contratar nesse processo.

Home Equity

O empréstimo home equity, ou também conhecido empréstimo com garantia de imóvel, não é tão comum no Brasil. Contudo é o que mais indicamos atualmente no país. Na CashMe, essa modalidade tem taxas baixíssimas, que chegam até mesmo a menos de 1% ao mês,e seu prazo é estendido para pagamento.

 

Para que haja a contratação deste, basta apenas utilizar o seu imóvel como garantia. Mesmo que esse processo soe estranho, raramente a sua casa, apartamento ou até mesmo outra locação entra em risco, tendo em vista os benefícios desse método.

Crédito Pessoal

Em contrapartida, de maneira alguma indicamos contratar o crédito pessoal. Esse é um estilo de empréstimo muito comum no país, que é feito através do cartão de crédito e banco privado. Para isso, você retira nas agências ou caixas eletrônicos um valor específico da margem do cartão e paga posteriormente.

 

O prazo para quitar esse valor chega ao máximo de 45 dias, sendo muito curto para qualquer pessoa e, não somente isso, os juros para cada parcela chegam até mesmo a 12% ao mês, sendo o mais alto do Brasil. Por isso, invista no home equity e deixe o crédito pessoal de lado!

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSérie de Loki tinha cenas de sexo do protagonista com aliens
Próximo artigoThe Rock responde aos comentários de Vin Diesel sobre briga em Velozes e Furiosos