Causa própria

No interior de MT, prefeito, vice-prefeito e secretários têm salário reajustado em plena pandemia

O prefeito de Alto Garças (363 km de Cuiabá), professor Claudinei Singolano (Republicanos), sancionou lei que reajusta o próprio salário em 6,76% com data retroativa a partir de 1º de maio. Agora, o vencimento mensal será de R$ 15 mil.

A vice-prefeita Angelita Amorim (Republicanos) passa a receber R$ 7,9 mil e os secretários municipais a quantia de R$ 5 mil.

O curioso é que a Lei Complementar 173/2020 aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente da República Jair Bolsonaro proíbe que Estados e municípios concedam reajustes salariais aos servidores públicos, o que inclui as autoridades de primeiro escalão.

A lei foi aprovada dentro das regras de combate à disseminação do novo coronavírus.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT vai crescer mais? Exportações do agro brasileiro crescem 16%
Próximo artigoCansaço e ressecamento dos olhos podem indicar uso excessivo de computador