Apenas 3% dos pacientes com covid-19 precisaram de UTI em Mato Grosso

Em dez meses, 6.560 passaram por Unidades de Tratamento Intensivo em razão da covid-19

Imagem Ilustrativa (Foto: Prefeitura de Cuiabá)

O número de pacientes da covid-19 internados em Mato Grosso equivale a 10,6% do total de infectados pelo novo coronavírus. Já o percentual de pacientes que precisaram de UTI equivale a 3,1% do total de casos.

Conforme dados solicitados pelo LIVRE à Secretaria de Estado de Saúde (SES), em dez meses 6.560 passaram por Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e 15.445 por enfermaria com diagnóstico da doença. 

Os dados são referentes ao período desde o primeiro caso confirmado, em 20 de março de 2020, à sexta-feira (22), quando o acumulado do histórico somava 206.761 contágios em Mato Grosso. 

As pessoas que necessitaram de cuidados médicos diretamente no hospital ficaram até duas semanas internadas. Conforme a SES, o tempo médio de permanência delas na UTI está até o momento em 12,3 dias; já na enfermaria o tempo é de 8,43 dias. 

Na comparação com a quantidades de leitos, os 414 pactuados pelo Poder Público como exclusivos para pacientes da covid-19, nas redes pública e privada, a rotação foi de 15,6 pacientes para cada leito no período destacado. 

Hoje, 70% dos leitos de UTI estão ocupados. Na enfermaria, existem 866 leitos pactuados. Hoje, a taxa de ocupação está próxima a 40%. 

Mortalidade 

Conforme a SES, até sexta-feira da semana passada haviam sido confirmadas 4.930 mortes por covid-19 em Mato Grosso.

O painel epidemiológico da SES mostra que a taxa de mortes pela covid-19 equivale a 1,4 ocorrência para cada grupo de 100 mil habitantes.  

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT registra 59,3 mil faltosos em 2º dia de provas do Enem
Próximo artigoRecuperação de imposto cobrado ilegalmente na conta de luz