Alckmin deve deixar o PSDB para concorrer em 2022

O político já teria recebido convite de pelo menos 11 partidos para disputar a corrida presidencial

(Foto: Chico Ferreira / F5)

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin vem se preparando para deixar o PSDB para se candidatar na corrida presidencial do próximo ano. O político não conseguiu espaço no meio tucano para disputar a eleição majoritária.

De acordo com uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, Alckmin decidiu deixar o partido por julgar ser a única alternativa para disputar a Presidência no próximo ano.

Candidatos do PSDB

Embora o partido tucano ainda não tenha confirmado oficialmente seu candidato para a disputa presidencial, dois nomes figuram na lista dos principais pré-candidatos.

O primeiro é o governador de São Paulo, João Dória, e o segundo é o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Convites para Alckmin

Depois que especulou abandonar a sigla tucana, o ex-governador de São Paulo já teria recebido mais de 11 convites de diversos partidos fisiológicos e de esquerda para disputar as eleições.

O político ainda não descartou nenhum desses convite, embora também não tenha dado qualquer resposta positiva para nenhum deles.

Leia também:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno de Mato Grosso veta suspensão e vai cobrar ICMS na energia solar
Próximo artigoSetor de turismo de Mato Grosso se prepara para o período de férias