Agricultura chega em Cotriguaçu e demanda por mão de obra aumenta

O novo presidente do Sindicato Rural do município afirma que irá investir na capacitação do setor

Foto: Assessoria

Fortalecer a categoria e investir na capacitação para formar mão de obra que irá atuar na lavoura. Este é o objetivo do produtor rural Ângelo Lunardelli que assumiu a presidência do Sindicato Rural de Cotriguaçu recentemente. “A base da economia da nossa região é a pecuária, mas a lavoura está chegando com muita rapidez e precisamos de mão de obra qualificada”.

Atuante no Sindicato há um bom tempo, Lunardelli conta que em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), realiza cerca de 30 treinamentos por ano. “E, agora como presidente, pretendo aumentar esse número e solicitar mais treinamentos na área da agricultura, que é nossa necessidade neste momento”.

Egresso da Academia de Liderança, programa desenvolvido pelo Sistema Famato, o presidente conta que o sindicato tem cerca de 50 associados. “Temos os grandes, médios e pequenos. Porém, o nosso principal desafio é ajudar os médios a solucionar suas dificuldades do cotidiano”.

E, assim como a maioria, a meta de Lunardelli nestes próximos três anos, à frente do Sindicato, é promover a união dos produtores rurais e fortalecer a categoria. “Juntos fica mais fácil de lutarmos pelos nossos direitos”, enfatiza Lunardelli.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAsfalto de R$ 100 milhões
Próximo artigoSyngenta investe 2 bi de dólares em pesquisa sobre mudanças climáticas

O LIVRE ADS