Acusados de matar policial espancado são identificados

Polícia está em busca da dupla; crime ocorreu nesse domingo, na Rodovia Mário Andreazza, em Várzea Grande

(Foto: reprodução)

Os dois homens acusados de espancar até a morte o soldado da Polícia Militar Roberto Rodrigues de Souza, 31 anos, nesse domingo (25), foram identificados como Alan Patrick Schuller, 27 anos, e Wesdra Victor Galvão de Souza, 29 anos.

A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) está em diligências em busca dos suspeitos, que fugiram logo após o crime. A Polícia Militar também está em busca dos suspeitos.

O policial morreu ao se envolver em uma briga em uma conveniência em frente a um posto de combustíveis na Rodovia Mário Andreazza, no Bairro da Guarita, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá). O militar foi espancado mesmo após cair no chão.

Uma câmera de segurança flagrou a briga (veja vídeo abaixo). Nas imagens é possível ver que os suspeitos estavam um com camiseta preta e calça jeans e outro com camiseta cinza e bermuda branca.

Roberto morreu de traumatismo craniano. Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do soldado, que era solteiro e deixou três filhos pequenos.

Rodrigues ingressou na Polícia Militar em novembro do ano de 2015 e estava lotado no 2º Comando Regional de Várzea Grande, atualmente trabalhava no Núcleo de Polícia Militar de Acorizal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÁlcool, tabagismo e HPV: fatores de risco para câncer de cabeça e pescoço
Próximo artigoEm reunião da ONU, Tereza Cristina defende segurança alimentar