8 jogadores de futebol que são muito fãs de eSports

Dos jogos reais para os virtuais. Muitos jogadores de futebol estão cada vez mais envolvidos com os esportes eletrônicos. E não são só os jogos virtuais da FIFA que fazem sucesso entre os jogadores. Counter-Strike, League of Legends, Fortnite e muitos outros estão em alta entre eles. Muitos destes atletas não apenas são fãs, como passaram a investir e apostar nas modalidades virtuais, criando organizações importantes. Confira a lista de alguns dos principais jogadores que também são gamers nas horas vagas:

Neymar Jr.

Fonte: Instagram @neymarjr

Não é de hoje que o camisa 10 da Seleção Brasileira mostra seu interesse pelos esportes virtuais. Desde que iniciou sua carreira como profissional já é fã declarado de games. Já teve sua fase com os jogos da FIFA, com Player Unknown ‘s Battlegrounds, mas hoje em dia seu jogo favorito é Counter-Strike. Desde o ano passado, Neymar se tornou um streamer gamer no Twitch e já conta com  1,4 milhões de seguidores na plataforma. Sua primeira partida transmitida, contou com mais de 100 mil pessoas ao vivo simultaneamente.

Casemiro

Fonte: Divulgação

Outro jogador da Seleção Brasileira, que está cada vez mais envolvido com os eSports é o volante do Real Madri, Casemiro. Ele não apenas é um grande gamer, como também um investidor no mundo do esporte virtual. No ano passado ele anunciou a sua própria organização, a Case Esports, que já conta com um time oficial de CS:GO. Os jogadores da nova equipe foram morar em Madri e vão competir no cenário europeu.

Antonie Griezmann

Fonte: Instagram @antogriezmann

O atacante da seleção francesa, Antonie Griezmann, não é fã de apenas um game, mas de vários. Por muito tempo, inclusive, o jogador comemorava seus gols fazendo “Take the L”, uma dancinha típica do jogo Fortnite. O vício mais recente do francês é o Football Manager, jogo no qual você simula ser treinador/diretor de futebol de um clube. O mais curioso foi que Griezmann revelou que treina o time do Arsenal no game, o que causou surpresa já que seu clube na “vida real” é o Barcelona.

Para completar, o jogador também é dono de uma organização de eSports, a Grizi Esports, que iniciou apenas com uma equipe de Fortnite, mas atualmente já se expandiu para FIFA, Rainbow Six, League of Legends e CS:GO.

Mesut Özil

Fonte: Instagram @m10_official

O meio-campista alemão foi um dos primeiros jogadores de futebol a investir de verdade nos esportes eletrônicos. Em 2019, Mesut Özil lançou a M10, organização de eSports que atua firme no cenário do Fortnite. Também é streamer e tem um perfil no Twitch onde faz transmissão do battle royale.
Sua relação com os games, porém, nem sempre foi saudável e o jogador já recebeu sérias críticas quando atuava no Arsenal e foi revelado que ele passava, em média, cinco horas diárias jogando Fortnite.

Lucas Paquetá

Fonte: Instagram @paquetagaming

O jogador brasileiro, revelação do Flamengo, Lucas Paquetá, também está levando a sério sua paixão pelos eSports.  Se Griezmann foi um dos primeiros jogadores a criar uma organização própria a nível internacional, Paquetá foi um dos primeiros aqui no Brasil. A Paquetá eSports nasceu em 2019 e começou sua caminhada nas primeiras ligas da Gamers Club. Hoje em dia já enfrenta grandes equipes do cenário competitivo, como W7M Gaming, Imperial e Havan Liberty.

 

Felipe Melo

Fonte: Instagram @felipemelo

O volante do Palmeiras, Felipe Melo, também é um entusiasta dos games. E até no ambiente virtual ele não deixa de causar polêmica. Recentemente, o jogador se revoltou contra a EA Sports, por problemas que teve problemas em sua conta do FIFA 21. Quem acompanha Felipe nas redes sociais também pode ver que ele é fã de Call of Duty: Warzone, Rainbow Six Siege e PlayerUnknown’s Battlegrounds.

Lionel Messi

Quem também não poderia ficar fora desta lista é o maior vencedor da história da Bola de Ouro, o craque Lionel Messi. Muito influenciado pelo seu companheiro de seleção argentina, Sergio Agüero, o camisa 10 entrou no mundo do Fortnite. Porém sua principal paixão no mundo dos games continua sendo os jogos de futebol. Messi contou que, às vezes, joga FIFA online com pessoas que não sabem que estou jogando com ele. Ele aproveita para  “trollar” os adversários, faz um gol e depois fica tocando a bola para trás. Ele se diverte e recebe muitos xingamentos por isso, de pessoas que nem podem imaginar que estão insultando um dos maiores jogadores do mundo na vida real.

Sergio Agüero

Fonte: Divulgação

Além de influenciar Messi a jogar Fortnite, a participação do argentino Sergio Agüero no mundo dos esportes eletrônicos é muito maior. O atacante do Manchester City é mais um que resolveu investir no ramo e no final do ano passado anunciou a sua própria equipe de eSports, chamada KRÜ.No começo a organização apenas atuará no cenário competitivo de FIFA 21, mas no futuro pretende expandir para League of Legends e CS:GO. A KRÜ terá sedes na Argentina e na Espanha e pretende ser uma ponte entre as regiões. Quem curtiu muito a iniciativa foi o próprio Messi, que deu todo apoio moral ao seu colega de seleção.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProbabilidades Grammy 2021: quem tem mais chances de levar um prêmio?
Próximo artigoSTJ vai gastar R$ 53 milhões em escolta armada para proteger ministros