Cinco pessoas já foram apreendidas em MT nas primeiras horas de votação

Sete urnas foram trocadas e duas zonas eleitorais ficaram temporariamente sem energia elétrica

Cinco pessoas foram presas ou detidas por crime eleitoral e desobediência civil em Mato Grosso. Duas ocorrências foram registradas neste domingo (15) nas primeiras horas de votação. Um homem foi preso na 28ª zona eleitoral, em Confresa, por tentativa de compra de votos. 

As informações são do primeiro boletim sobre a votação divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Além desse caso, outra pessoa foi detida por desobediência civil na 21ª zona eleitoral, em Lucas do Rio Verde. 

O tribunal também registrou ocorrências policiais envolvendo as eleições em Sapezal, Reserva do Cabaçal e Barra do Garças. Esses episódios ocorreram nas últimas horas e investigações estão ainda andamento para alguns casos. 

Conforme o juiz auxiliar Jurandir Castilho, a votação ocorre com tranquilidade até o momento no Estado. Foi necessária a troca de sete urnas eletrônicas por problemas diversos, desde falta de impressão quanto problema no registro do voto. 

As trocas foram realizadas em Sinop (2), Cuiabá, Rondonópolis, Primavera do Leste, Sorriso e Nova Mutum. Também foi registrada queda de energia elétrica em zonas eleitores em Nova Monte Verde e Alto Boa Vista.

Equipes de distribuidora de energia nos municípios já estariam no local para resolver o problema. O descolamento para as zonas leva entre uma e duas horas. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVítima reage e mata ladrão que mantinha sua família refém
Próximo artigoEm MT, prefeito é suspeito de comprar votos com cestas básicas