Vítima reage e mata ladrão que mantinha sua família refém

Vítima conseguiu pegar sua arma do quarto e atirar várias vezes no ladrão

Foto: Imagem Ilustrativa

Um homem de 29 anos reagiu a um assalto na madrugada desse sábado (14) e matou o ladrão que mantinha a família dele refém dentro de sua casa, no centro de Nova Lacerda (545 km de Cuiabá).

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima estava em casa com sua esposa, filhos, um cunhado e a esposa dele quando três suspeitos chegaram, todos com os rostos cobertos e com armas nas mãos, e mandaram que todos ficassem calados e deitassem no chão.

A família inteira obedeceu às ordens e dois dos suspeitos começaram a fazer um “limpa” na casa, pegando todos os pertences das vítimas, como celulares e carteiras.

Esses dois suspeitos fugiram levando os pertences em dois veículos que estavam na casa, uma Hilux prata e uma Fiat Strada branca. O terceiro ladrão, porém, ficou na casa por cerca de três horas mantendo a família refém.

O dono da casa, então, pediu para colocar o filho na cama, pois a criança estava dormindo em seu colo, e teve permissão. Aproveitando a distração do ladrão, que estava falando ao telefone com os comparsas, ele foi até seu quarto, pegou sua arma e colocou na cintura.

Após alguns minutos, ele pediu para ir ao banheiro e, quando saiu, deu um primeiro tiro, acertando o peito do ladrão, que caiu no chão.

O suspeito tentou reagiu atirando, mas a vítima foi mais rápida e atirou mais cinco vezes, causando a morte imediata do ladrão.

Depois disso, ele ligou para uma amiga cujo namorado é Polícia Civil e contou o ocorrido. Após a ligação, a Polícia Militar foi acionada e isolou a casa.

A Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local para dar início à investigação do caso.

Uma arma calibre 38, que estava com o suspeito, foi apreendida, ela estava com quatro munições intactas. A arma da vítima, uma pistola calibre 380, também foi apreendida para perícia.

O caso foi registrado como roubo. O suspeito morto, até o registro da ocorrência, não havia sido identificado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMotorista de BMW é preso por suspeita de compra de votos
Próximo artigoCinco pessoas já foram apreendidas em MT nas primeiras horas de votação