Vigilância Sanitária descobre circulação de receitas falsas em Várzea Grande

Documentos são controlados rigorosamente e dão acesso a medicamentos que atuam fortemente no sistema nervoso

(Foto: Divulgação)

A Vigilância Sanitária de Várzea Grande (região metropolitana) encontrou receitas farmacêuticas com indícios de falsificação. O alerta é para os farmacêuticos, já que o documento é obrigatório para medicamentos que fazem parte da lista de controle especial do Ministério da Saúde.

Para comprovar a falsidade, uma das notas foi analisada pela Secretaria Estadual de Saúde, que confirmou a fraude.

Descobriu-se que as receitas com a numeração 4501 a 5500, tendo a identificação do emitente feita de forma impressa em nome do Hospital Beneficente Santa Helena e confeccionados pela Gráfica Elite Matos de Silva são falsas.

LEIA TAMBÉM

Em nota, o Conselho Regional de Farmácia, reforçou aos profissionais a necessidade de se “analisar cuidadosamente a receita”.

O alerta tem em vista que os medicamentos contêm substâncias que atuam no sistema nervoso central, capazes de causar dependência física ou psíquica. Na lista entram: morfina, isometadona, becitramida e outras substâncias entorpecentes.

“Por isso, ao farmacêutico recomendamos que adotem medidas rigorosas de análise das notificações antes da dispensação e que ao identificar receitas suspeitas, que encaminhe para o Órgão Sanitário Estadual para providências”, finaliza o órgão.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSó 16% dos mato-grossenses torcem para o Cuiabá
Próximo artigoAgilidade no Fisco