Vestuário e serviços de beleza seguraram crescimento de MEI em Mato Grosso

Número de pessoas que passaram a ter renda como microempreendedor cresceu 17% em Mato Grosso e dobrou em relação a 2015

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

As inscrições de microempreendedor individual (MEI) continuaram a crescer em Mato Grosso em 2020, mesmo com o impacto da pandemia. Dados divulgados pela Receita Federal mostram a entrada de 47.561 pessoas. 

O crescimento foi de 17% na comparação ao ano anterior, mas com volume menor. O histórico da Receita mostra que 40.430 pessoas passaram a trabalhar e ter renda como microempreendedor em 2019; esse número foi 23% maior que o registrado em 2018. 

O setor de serviços foi o que mais cresceu em Mato Grosso no ano passado. O varejo de vestuário puxou a fila com 17.361 novas empreendedores na área; foi seguido de perto pelos serviços de cabeleireiro, manicure e pedicure que englobaram 14.146 inscrições. 

LEIA TAMBÉM

O ranking dos primeiros colocados é fechado com o segmento de alvenaria (12.187) e promoção de venda (7.903). 

O número de MEIs cresce há sete anos seguidos em Mato Grosso. Em 2015, existiam 23.190 pessoas com esse tipo de prestação de trabalho. Se comparados aos números de 2020, o crescimento foi de 105%.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJudiciário fechado
Próximo artigoA polêmica lula japonesa