Um dia após eleições, Doria anuncia novas restrições devido ao avanço da pandemia

As novas medidas devem limitar o funcionamento de bares, restaurantes e do comércio de São Paulo

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou, nesta segunda-feira (30), que seis regiões regrediram para a fase amarela do Plano São Paulo de combate à pandemia. Por conta disso, o Estado voltará a ter restrições e políticas de isolamento social.

Segundo os dados apresentados pelo governador, as regiões de Piracicaba, Campinas, Sorocaba, Grande São Paulo, Baixada Santista e Taubaté voltaram a ter aumento no número de infectados pelo novo coronavírus.

No momento, todo país vem em uma crescente no número de novos casos.

As novas restrições vêm um dia após o segundo turno das eleições municipais, que resultaram na reeleição do atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), com o apoio do governador.

A previsão é que o funcionamento e bares, restaurantes e do comércio seja limitado. Para Doria, a Educação não deve ser afetada.

“O governo de São Paulo decidiu que 100% do Estado vai retornar para fase amarela do Plano São Paulo. Essa medida não fecha comércio, nem bares e restaurantes. A fase amarela não fecha atividades econômicas, mas é mais restritiva para evitar aglomerações“, explicou o governador.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDois ex-presidentes derrotados
Próximo artigoÉ preciso cuidado para implantar eleição direta no Judiciário, diz nova presidente