TRE-MT anula sentença e torna Thelma de Oliveira apta a disputar cargo em outubro

Colegiado derrubou nessa quinta-feira (31) uma decisão de 2020 que havia condenado a ex-prefeita por abuso de poder

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) revogou a sentença de inelegibilidade contra a ex-prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira (PSDB) por abuso de poder político. 

O Tribunal acatou um recurso de defesa contra a decisão juiz da 34ª Zona Eleitoral, Leonísio Salles de Abreu Júnior, que considerou ter havido abuso de político na divulgação de propaganda de obras da prefeitura, na época em que Thelma de Oliveira concorria à reeleição, em 2020. 

O juiz Leonísio Salles tinha acatado uma ação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e declarou que Thelma e o candidato a vice-prefeito em sua chapa, Rodrigo Moreira da Silva, ficassem inelegíveis por oito anos, a partir de novembro de 2020. 

O colegiado do TRE-MT derrubou em unanimidade essa decisão no julgamento dessa quinta-feira (31). Agora, Thelma de Oliveira poderá concorrer a cargos no atual processo eleitoral. 

“Trabalhamos muito e vejo essa decisão como reconhecimento do nosso trabalho. Agora é seguir em frente, sempre buscando contribuir para o desenvolvimento do nosso estado e do nosso país’, disse Thelma. 

O PSDB em Mato Grosso cogita lança-la à candidatura de deputada federal. Ela já exerceu dois mandatos na Câmara Federal, entre 2003 e 2007 e depois sendo reeleita para mais quatro anos na campanha seguinte. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMorador de rua é encontrado morto e enrolado em cobertor na passarela da rodoviária
Próximo artigoDoria mantém candidatura à presidência