Trabalhador denuncia racismo durante acerto trabalhista em Cuiabá

A mulher, sócia e gerente da empresa de engenharia, teria xingado, humilhado e ofendido o trabalhador, falando, principalmente, de sua cor

(Foto: Joca Duarte/Creative Commons-Arq. ABr)

Um homem de 36 anos registrou um boletim de ocorrência nessa segunda-feira (19), acusando a gerente e sócia de uma empresa de engenharia no Bairro Jardim Ubatã, em Cuiabá, de humilhá-lo de forma racista durante um acerto trabalhista.

Segundo o trabalhador, ele esteve na empresa no início da manhã dessa segunda-feira, por volta das 7 horas, para realizar um acerto trabalhista e foi recebido pela mulher.

Assim que a reunião começou, segundo o trabalhador, a mulher iniciou as sessões de humilhações contra ele, falando que “estava com nojo da cara do comunicante, preto, safado, vagabundo, não presta para trabalhar, seu seboso”, cita trecho do boletim.

A mulher ainda teria dito, segundo a vítima: “que essa empresa só contrata pessoa de qualidade, não um preto preguiçoso”.

Depois, ainda teriam se juntado a ela, e continuado com as humilhações, mais dois homens, um deles engenheiro da empresa.

Constrangido, o trabalhador resolveu procurar a polícia e registrar um boletim de ocorrência por injúria mediante preconceito e constrangimento ilegal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDevolução de 1,1 milhão
Próximo artigoR$ 5,2 milhões por 953 computadores