Seduc em pauta

Dois casos de corrupção são apurados nesta segunda-feira

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc) está sob olhares atentos nesta segunda-feira (19). Coincidência ou não, dois casos de desvio de recursos estão em pauta: são as operações Rêmora e Fake Delivery.

No início da manhã, a ex-secretária da Pasta e atual deputada federal, Rosa Neide Sandes (PT) foi surpreendida pela Delegacia Fazendária (Defaz), com um mandado de busca e apreensão. Gestora da Seduc entre 2013 e 2014, no governo Silval Barbosa, ela nega participação no esquema investigado.

Já seu sucessor, Permínio Pinto, é interrogado pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Secretário na gestão Pedro Taques (PSDB), ele chegou a ser preso no fim de 2016.

Delator da operação Rêmora, ele fala sobre desvios de recursos para pagamento de dívidas de campanha.

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS