Prefeitura de Cuiabá começa a punir quem descumprir quarentena

Em uma semana, mais de 200 denúncias de descumprimento às regras de isolamento social chegaram ao Palácio Alencastro

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Prefeitura de Cuiabá vai intensificar a fiscalização e passar da orientação para a punição a quem descumprir as regras de isolamento social na cidade. O trabalho será feito pela Secretaria de Ordem Pública.

Estabelecimentos comerciais que não podem, mas estiverem abertos, estarão sujeitos a suspensão das atividades, interdição e pagamento de multa diária.

De acordo com a Prefeitura, a “quebra” na quarentena tem sido notada por meio do Disque-denúncia.

No período de 1º a 7 de abril, foram registradas 269 denúncias de desrespeito as regras de isolamento social.

Desde 23 de março – quando o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) assinou o primeiro decreto determinando o fechamento das atividades comerciais – já foram 1.569 ocorrências.

Além do disque-denúncia, as informações chegam à administração do município por meio do número 190 e por diligências das próprias equipes de fiscalização da Capital.

No último sábado (4), quando anunciou uma prorrogação do período de quarentena em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro antecipou a criação de uma espécie de comitê que analisaria o fluxo de pessoas na cidade todas as semanas.

O objetivo, segundo ele, é a produção de relatórios semanais que possam subsidiar uma atitude mais severa por parte do município, como a instalação de um toque de recolher.

O telefone do disque-denúncia da Prefeitura de Cuiabá é o (65) 3616-9614.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Vergonha hein prefeito. O povo precisa se sustentar. Tem loja q sequer entra um a cada uma hora e tem fiscalização mandando fechar.. O pai de familia faz oq??????? Tem q ter é regra de distanciamento e nao mandar fechar pro trabalhador e o consumidor serem prejudicados. De mascara, sem aglomeração, com higiene nao custa nada manter lojas abertas e com horario reduzido. Olha o banco e o mercado hoje. Mais lotado que aquilo nunca vi. Agora a lojinha da esquina tem que fechar. Pracaba o monocelha.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFlor Ribeirinha prepara espetáculo com a solidariedade do público; veja como ajudar
Próximo artigoDr. Artaxerxes é homenageado

O LIVRE ADS