Politec realiza operação para entrada nos escombros da Realmat

As equipes de trabalho se dividirão entre os especialistas (de campo) em entrada e permanência em locais com estrutura colapsada e os especialistas no monitoramento e controle das equipes de campo

Na manhã deste domingo (27), uma operação conjunta denominada Brecs, formada por peritos oficiais criminais da Perícia Oficial e Identificação Técnica e equipes do Corpo de Bombeiros Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Polícia Judiciária Civil e o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) realiza a busca, identificação, registro, fixação e coleta de vestígios em área colapsada e de alto risco de novos desabamentos e desmoronamentos nas edificações da Realmat. A edificação foi atingida por incêndio de grandes proporções no dia 5 de dezembro deste ano.

As equipes de trabalho se dividirão entre os especialistas (de campo) em entrada e permanência em locais com estrutura colapsada e os especialistas no monitoramento e controle das equipes de campo.

A perícia será realizada no prédio posterior direito que, através de três incursões internas, terá por objetivo analisar pontos específicos de interesse pericial junto aos escombros e, se possível, coletar materiais pertinentes a perícia de local.

Serão utilizadas máquina fotográfica, equipamentos de corte, ferramentas manuais e materiais diversos de coleta. O objetivo primário da perícia é a coleta de vestígios sem acidentes de trabalho.

Demolição

A Defesa Civil de Cuiabá e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec-MT), por meio de um trabalho em conjunto, autorizaram o processo de demolição emergencial da estrutura da Ciclo Ribeiro. A opção pela liberação foi tomada após o relatório de avaliação técnica apontar a indicação de queda, por conta do comprometimento das paredes ocasionado pelo incêndio.

Igualmente, foi liberada a retirada da fachada metálica e dos vidros da loja Realmat. Todos esses procedimentos serão efetuados pelas próprias empresas e devem ser iniciados após as mesmas apresentarem os engenheiros responsáveis técnicos, que acompanharão a realização dos trabalhos. Os órgãos públicos continuam acompanhando diariamente a situação e ofertando todas as recomendações necessárias para garantir a segurança da população.

Ao mesmo tempo, também já pode ser iniciado o trabalho de retirada dos escombros da lotérica que ficava entre a Realmat e a Ciclo Ribeiro. A ação também será executada pela empresa e, apesar de não ser possível determinar um prazo exato para seu término, a previsão é de que leve algumas semanas, já que a atividade exige a aplicação de uma série de cuidados, principalmente nesse período chuvoso.

À Defesa Civil e Politec-MT cabe realizar esse trabalho diário de avaliação e recomendação das medidas para salvaguardar vidas. Esse acompanhamento teve início já no dia 5 de dezembro e seguirá até que todo procedimento seja concluído. As atuações nas estruturas estão sendo liberadas de forma gradativa, para que os riscos sejam minimizados.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher cai em parte funda de rio, é levada pela correnteza e morre afogada
Próximo artigoCovid-19: Pazuello diz que estados receberão vacina simultaneamente