Polícia e Sema desativam 12 garimpos ilegais em Apiacás

Área foi embargada, alojamento destruído e maquinários removidos

Doze garimpos ilegais foram desativados na cidade de Apiacás (990 km de Cuiabá) esta semana pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Polícia Militar (PM). Juntos, eles ocupavam mais de 200 hectares, sendo que 15 deles estavam dentro de área de preservação permanente.

A ação faz parte da Operação Amazônia e, conforme a Sema, a inspeção utilizou os alertas do satélite de alta definição Planet para identificar as áreas de garimpo ilegal, além de novas áreas degradadas observadas durante a fiscalização. A plataforma foi contratada com recursos do Programa REDD+ para Pioneiros (REM-MT, da sigla em inglês).

A fiscalização

No local, além do desmatamento, os agentes identificaram alteração na qualidade da água e do solo pelo manuseio de substância oleosa, utilizada para extração mineral.

Também foram removidos 16 motores, destruídos três acampamentos e uma central de beneficiamento, instalados para subsidiar a atividade clandestina.

Encaminhamentos

A área foi embargada pelo órgão ambiental e os motores removidos, uma vez que eles já haviam sido apreendidos em outra ocasião, contudo ficaram sob a tutela do proprietário a cargo de depositário fiel. No entanto, ele continuou a usar o material na ação ilegal.

Denúncia

O cidadão pode denunciar crimes ambientais pelo disque denúncia (0800 65 3838), pelo site Fale Cidadão (https://ouvidoria.controladoria.mt.gov.br/falecidadao/) ou pelo aplicativo MT Cidadão.

(Com Assessoria)

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOperação Sangria: ex-secretário e empresários são ouvidos em ação na Justiça Federal
Próximo artigoCaso Isabele: MPE vê dolo e quer júri popular a pais de menor infratora