Pioneiro da tatuagem profissional de Cuiabá, Celso Tattoo morre aos 53 anos

Em agosto ele seria homenageado em evento previsto para ocorrer em Cuiabá

Na década de 1980, Celso Tattoo já rabiscava seu nome na vanguarda cultural cuiabana. Reconhecido como o primeiro tatuador da cidade, neste ano celebrava três décadas de atuação no ramo da tatuagem. No dia 25 de agosto, ele completaria 53 anos.

Celso morreu neste domingo (21), em Três Rios (RJ), onde estava morando atualmente. Em maio deste ano, já havia sido internado com sintomas de uma úlcera gástrica. Ao que tudo indica, o quadro se complicou, provocando hemorragia.

Os amigos lamentaram o fato. No próximo mês, ele estaria em Cuiabá. Seria homenageado em um grande evento de tatuagem, o Tattoo Up Fest, que ocorre nos dias 24 e 25 de agosto, no Centro de Eventos do Pantanal.

Celso era bastante humorado, especialmente, quando o alvo eram os amigos que torciam para times adversários ao Vasco da Gama. Sua última postagem nas redes sociais, na tarde de sábado (20), comentava a vitória do time do coração, sobre o Fluminense.

Quando os amigos ficaram sabendo de sua partida, muitos se despediram ressaltando que foi com ele que fizeram a primeira tatuagem. Outros contaram que, inclusive, já tinham horário agendado na ocasião da sua visita à cidade.

Seu corpo será velado e sepultado no município carioca.

Celso deixa dois filhos: Illa e Gabriel Reyes.

 

Ver essa foto no Instagram

 

O primeiro tatuador de Cuiabá, mais de 40 anos de profissão @celsotattoocorreapinto

Uma publicação compartilhada por TATTOO UP FEST (@tattooupfest) em

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGaroto denuncia estar sendo estuprado e ameaçado de morte há seis meses
Próximo artigoNova lei exige temporizador em semáforos de Cuiabá