PGR denuncia Roberto Jefferson por incitação ao crime

De acordo com a PGR, Roberto Jefferson teria incentivado a população a invadir o Congresso e o Supremo Tribunal Federal

(Foto: redes sociais)

A Procuradoria Geral da República (PGR) denunciou o ex-deputado federal Roberto Jefferson (RJ), presidente nacional do PTB, por incitação ao crime. O político está preso desde o mês passado por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre Moraes.

De acordo com informações da CNN Brasil, a denúncia foi apresentada pela subprocuradora Lindôra Araújo no dia 25 de agosto.

Roberto Jefferson teria incentivado a população a invadir o Congresso Nacional, bem como o Supremo Tribunal Federal.

Na petição, a procuradoria argumenta também que Roberto Jefferson violou a Lei de Segurança Nacional.

Prisão domiciliar

Ainda no documento, a PGR pede que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), permita a possibilidade de prisão domiciliar.

Desde de que foi preso, a defesa de Jefferson alega que o político apresenta um quadro de saúde delicado e não pode ficar na prisão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEx-secretário diz que classe política trava privatizações por medo de perder o poder
Próximo artigoEm dois meses, Justiça atende quase 600 pedidos pelo botão do pânico em MT