Pandemia: Câmara Federal vai ouvir governadores sobre medidas emergenciais

Reuniões serão ao longo da semana e terão como pauta o auxílio financeiro e o destrave do plano de vacinação contra covid-19

Imagem Ilustrativa (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Presidente da Câmara Federal, o deputado Arthur Lira (PP-AL) vai ouvir governadores em encontros virtuais para colher sugestões de montagem do Orçamento 2021. As reuniões começaram nesta terça-feira (2) e devem ocorrer ao longo da semana. 

Coordenador da bancada federal de Mato Grosso, o deputado Leonardo Albuquerque (SD) diz que as pautas estão em torno da garantia de recursos para o auxílio a Estados e municípios no contexto da pandemia. 

“Não será somente ajuda para a saúde, mas inclui outras áreas. Queremos garantir um auxílio semelhante ao que votamos no ano passado. Queremos saber como podemos garantir isso no Orçamento”, disse. 

Os municípios de Mato Grosso receberam da União cerca de R$ 1,2 bilhão entre março e dezembro em dois pacotes de auxílio – um para a saúde e outro para a mitigação do impacto da paralisação das atividades econômicas.

LEIA TAMBÉM

Segundo Leonardo Albuquerque, é possível garantir no Orçamento um modelo parecido de repasse. A conversa com os governadores deve incluir a retomada do auxílio emergencial, previsto recomeçar neste mês com quatro parcelas de R$ 250 e o plano vacinação contra covid-19. 

“O presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto de lei que votamos na semana passada, que garante a compra de doses por Estados e municípios, o que eu acho um erro. Então, teremos que convocar o Congresso para derrubar esse veto”, disse o coordenador. 

Mato Grosso tenta negociação com ao menos quatro laboratórios para compra de 1,5 milhão de doses. Nesta terça-feira (2), o governador Mauro Mendes (DEM) visitou a fábrica da Sputnik, em Brasília. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSeus dados pessoais vazaram? Ferramenta mostra se eles foram usados indevidamente
Próximo artigoGoverno de MT negocia 4 milhões de doses da vacina Sputnik V