Pai paga programa com objetos da filha e prostituta acaba denunciada por furto

No momento da abordagem, a acusada estava usando as bijuterias e as roupas que, segundo a vítima, teriam sido furtadas

Policiais militares do município de General Carneiro (450 km de Cuiabá) se depararam com uma ocorrência no mínimo inusitada na manhã desta terça-feira (09). Uma garota de programa foi denunciada pela filha de um cliente por, supostamente, furtar objetos pessoais dela.

No entanto, os policiais descobriram que foi o pai da própria vítima que entregou os objetos da filha à prostituta, como forma de pagamento pelos serviços sexuais.

A polícia foi acionada pela filha do cliente, identificada como A.G.S., de 29 anos. Ela afirmou que a garota de programa teria entrado na residência da irmã dela e furtado roupas, calçados e bijuterias.

Com as características da possível suspeita, a PM iniciou as diligências pela Cohab Blairo Maggi, localizando a suspeita em um bar.

Questionada, a garota relatou que não teria praticado nenhum furto. Afirmou que todos os objetos foram dados a ela pelo pai da vítima, como pagamento de um programa que ela teria feito com ele na noite anterior.

No momento da abordagem, a acusada estava usando as bijuterias e as roupas que, segundo a vítima, teriam sido furtadas.

Diante dos fatos, os envolvidos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Judiciária Civil, onde foram apresentados ao delegado de plantão, que daria o andamento adequado ao caso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMPE anuncia que vai reforçar comitê de combate à sonegação
Próximo artigoFávaro quer que PGR investigue Selma Arruda por falsidade ideológica