Padre esquece de desativar filtro do Facebook e reza missa repleto de figurinhas

Tática acidental elevou a audiência do pároco

A falta de prática com o uso das redes sociais e um pequeno descuido foram suficientes para o padre Luiz César Moraes, de Itajubá, em Minas Gerais, viralizar nas redes sociais.

Ele estava celebrando uma missa aberta aos fiéis por meio das redes e deixou os filtros de figurinhas ativado durante a transmissão, o que redeu momentos hilários.

“Não reparei, pois gravei pela câmera de trás e sozinho. Não pude perceber que o efeito máscaras estava acionado. Só ao final, ao desligar, que vi a tragédia”, afirmou Moraes, que não escondeu o constrangimento.

A “tragédia”, no entanto, fez dobrar o número de acessos nas lives do padre, que chegaram a atingir até 170 mil visitantes.

Confira o momento:

O pároco usou a redes para tentar se explicar e confessar a falta de habilidade com as novas tecnologias.

“Hoje na transmissão do momento de Oração do Meio-Dia, como sou amador no trato da filmagem, como faço sozinho e usando meu celular para aproveitar melhor a imagem, faço pela câmera de trás (não selfie), afixando o mesmo na minha cristaleira e então não vejo o que se filma. Ao acessar o início da transmissão, sem ver acessei o botão de efeito de máscaras e deu no que deu”

Ele ainda pediu desculpa aos fiéis por possíveis constrangimentos e deixou claro não se tratou de uma ação proposital. Ainda pediu que todos avaliassem com bom humor a falha dele.

“Mas Deus usa até de nossas falhas para dar seu recado. Ficou hilário as caras. Como ele tira do brejo a flor do copo de leito, o meu erro ajudou a tornar risonho e hilário a vida de muita gente. Rir faz bem, ainda mais neste tempo de apreensão que estamos vivendo”, desabafou.

Há males que vem para o bem, não é mesmo?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConcorrência desleal
Próximo artigoHomem fantasiado de “morte” divulga mensagem a idosos e é dispersado pela PM em Blumenau