Owen Wilson vai pagar 100 mil reais por mês para mãe de filha que não quer conhecer

Ex-namorada ironiza que o ator faça papel de pai em filmes

O ator Owen Wilson se envolveu em um grande polêmica após sua ex-namorada Varunie Vongsvirates ter confirmado ao mundo que ele não queria conhecer a própria filha que foi legitimada através de um teste de DNA.

Agora, Wilson terá que desembolsar US$ 25 mil (R$ 104 mil na cotação atual) por mês para pagar a pensão alimentícia de Lyla, sua filha de 1 ano.

Lyla nasceu em outubro de 2018 e desde então, ainda não conheceu o pai, que declarou para a justiça que não queria fazer parte da vida da filha.

Como parte do acordo judicial, o ator terá que pagar a pensão, além US$ 70 mil por conta dos custos judiciais que Varunie teve e pela enfermeira que a modelo precisou contratar para cuidar da filha.

Além disso, o acordo estabeleceu que Varunie terá a custódia completa de Lyla e tomará todas as decisões sobre a saúde, educação e bem-estar da criança. O ator também ficou encarregado de pagar um seguro de saúde para a filha, segundo o site RadarOnline.

Em entrevista recente ao jornal Daily Mail, Varunie lamentou o distanciamento entre o astro e a filha.

“O Owen nunca conheceu a Lyla. Nunca. Ele auxilia financeiramente, mas essa nunca foi a questão”, declarou. “A Lyla precisa de um pai. É irônico como ele continua pegando esses papéis de pai, ele está interpretando um pai no filme novo, e nunca conheceu a própria filha”.

Wilson é pai de outras duas crianças, um menino de 8 anos fruto de seu relacionamento com a ex-namorada Jade Duell e outro de 5 anos de seu namoro com a personal trainer Caroline Lindqvist.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorShowrunner responde se Rick Grimes retornará à The Walking Dead
Próximo artigoOrquestra Unimed