Operação investiga quadrilha que simulava roubos para aplicar golpes em seguradoras

Operação apura crimes de estelionato, receptação, uso de documento falso, adulteração de sinal identificador de veículo e comunicação falsa de crime

Uma quadrilha especializada em aplicar golpes contra seguradoras de veículos foi alvo da operação Apáte, deflagrada nesta sexta-feira (23) pela Polícia Civil. A Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) cumpriu seis mandados de busca e apreensão.

Ao todo, foram apreendidos quatro veículos, três caminhonetes e uma motocicleta e ainda, foi efetuada prisão de uma pessoa em flagrante pelo crime de receptação.

Segundo as investigações, o grupo simulava crimes de roubos e furtos, recebendo remuneração ilícita do valor do contrato de seguro e adulterando posteriormente os veículos (dublê). Sendo assim a operação apura crimes de estelionato, receptação, uso de documento falso, adulteração de sinal identificador de veículo e comunicação falsa de crime.

Os delegados, Gustavo Garcia Francisco (titular da DERRFVA) e Arnon Osny Mendes Lucas (responsável pelas investigações), estão à frente dos trabalhos que contou com o efetivo de 23 policiais, sendo 16 investigadores, três escrivães e quatro delegados.

Nome da operação: Apáte, na mitologia grega era um espírito que personificava o engano, o dolo e a fraude.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRecurso de multa personalizado também é opção, além dos recursos pré-elaborados
Próximo artigoProtagonismo negro no audiovisual: mostra abre inscrições para seleção de filmes

O LIVRE ADS