O fim do feriado de Tiradentes

Descendente da Família Real quer transferência da data para o dia do descobrimento do Brasil

Luiz Philippe de Orleans e Bragança

O deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) que revogar o feriado de 21 de abril, data que lembra a morte de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, símbolo da Inconfidência Mineira. Um projeto com o tema tramita na Câmara dos Deputados.

Segundo ele, “essa data é uma criação do regime republicano, instalado no Brasil através de um golpe militar que baniu a família imperial brasileira”.

No lugar de Tiradentes, Bragança – que é descendente da Família Real portuguesa – quer que seja comemorada com feriado a data do descobrimento do Brasil, 22 de abril.

“Essa data possui relevância na Constituição de nossa identidade nacional”, ele defende.

O descobrimento do Brasil já foi considerado um feriado nacional por meio de um decreto de 1980, já revogado. O dia mencionado, no entanto, era 3 de maio.

A data foi alterada posteriormente com a vinda da Família Real portuguesa para o Brasil, que trouxe um exemplar da carta de Pero Vaz de Caminha.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

7 COMENTÁRIOS

  1. Tiradentes é um herói inventado.
    Foi um militar que se rebelou contra a nação que deveria proteger (daí o nome “inconfidente”, aquele que não é digno de confiança) liderando uma revolta SEPARATISTA, ou seja, nada tem a ver com a identidade nacional ou a brasilidade.
    Além do mais era escravocrata, isso ninguem conta.

  2. Tiradentes nem era republicano. Na época dele, o movimento republicano sequer existia, e este vai ganhar força, sobretudo, com as ideias do positivismo de Augusto Comte (este sequer era nascido quando Tiradentes supostamente foi executado).

  3. Primeiro, Tiradentes é uma farsa. Um mero alferes que serviu de bode expiatório para a inconfidência. Esta mesma inconfidência, movimento chulo revolucionário que queria a separação de MINAS e não a independência do Brasil. Por tanto, esse feriado nunca irá nos representar.

    Outro ponto, ele é descendente da FAMILIA IMPERIAL BRASILEIRA! Quando for escrever um artigo, antes pesquise a história dos citados. A família real saiu do país em 1818. A partir de 1822, com a independência e o império, e com o nascimento de Pedro II NO RIO DE JANEIRO, a família imperial passa a ser genuinamente brasileira! E ele é trineto da princesa Isabel, brasileira, nascida no RIO DE JANEIRO.

    APRENDEU ? XAU!

  4. Tiradentes, queria a independência do Brasil? Grande personalidade da História do Imperio do Brasil! Talvez mal-visto pelo Império Português. Mas era interesse dos brasileiros e de todos os povos do mundo as suas independências das colônias. Por que atacar nossa história? Depois, tudo o que é bom sempre nasce de um parto, e um parto é uma revolução: bebês e independências. A vida cobra caro pelas coisa boas. Manter a nossa História, sejam por meio das homenagens ao Imperador Pedro Ii, seja a Tiradentes. Ou tirem todas. Aposto que eles, do passado, não se importam dessa convivência. Se eles pudessem, hj, conversariam por horas e dariam boas risadas sobre seus erros e acertos. Ficariam interessados na informática etc . Mas infelizmente não
    podem….Vamos deixar de falar pelos que compriram as suas missões e deixaram este mundo. Picuinhas não conduzem a nada, pois fatos nem Deus pode desfaze-los. Pode retifica-los de então para frente.

  5. Permitam-me dizer que todo herói é “inventado”, pois todos são apenas seres humanos que adotaram uma ideia. Para os partidários da ideia, são heróis, para os adversários, são bandidos, traidores, terroristas. Tiradentes, queria a independência do Brasil? Grande personalidade da História do Imperio do Brasil! Talvez mal-visto pelo Império Português. Mas era interesse dos brasileiros e de todos os povos do mundo as suas respectivas independências das colônias. Por que atacar nossa história da independência? Houve golpe? Ora, vemos que tudo o que é bom sempre nasce de um parto, e um parto é uma revolução: deles surgem bebês e independências. A vida cobra caro pelas coisa boas. Manter a nossa História, seja por meio das homenagens ao Imperador Pedro II, seja a Tiradentes ou a outros. Aposto que eles, do passado, não se importam dessa convivência. Se eles pudessem, hj, conversariam por horas e dariam boas risadas sobre seus erros e acertos. Ficariam interessados na informática etc . Mas infelizmente não
    podem….Vamos deixar de falar pelos que compriram as suas missões e deixaram este mundo. Picuinhas não conduzem a nada, pois “fatos nem Deus pode desfaze-los, Ele os poderia retificar, de então para frente”.

  6. Luiz Philippe de Orleans e Bragança é descendente da Casa IMPERIAL do BRASIL , e não da Casa Real de Portugal , vamos estudar História , saberão que ele tem outras origens em seu nome , como Bourbon, Duas Sicilias etc !

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPara receber dívida de R$ 7,5 mil, policial ajuda comparsa a assaltar agência dos Correios
Próximo artigoTrailer da 3ª temporada de Westworld mostra humanos contra robôs; assista