Número de famílias endividadas cai pela segunda vez consecutiva

Queda deve ser comemorada de forma modesta já que clima ainda é de incerteza, afirmam especialistas

Imagem Ilustrativa (Foto: Reprodução)

Cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal, prestação de carro e de casa… Os boletos não dão trégua. A notícia boa, contudo, é que o número de famílias endividadas caiu pela segunda vez consecutiva no Brasil.

A comemoração deve ser modesta. Isso porque, o percentual passou de 67,2% em setembro para 66,5% em outubro. Os dado são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Os sinais de melhora do índice, que chegou a alcançar a maior proporção da série histórica em agosto (67,5%), são reflexo da melhor perspectiva econômica, segundo o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

“No entanto, ainda predominam incertezas sobre a sustentabilidade da retomada no médio prazo, principalmente quanto à capacidade de recuperação do mercado de trabalho e ao cumprimento das metas fiscais”, alerta.

Com relação aos tipos de dívida, o cartão de crédito continua no topo da lista. É o vilão para 78,5% das famílias. Na sequência, aparecem os carnês (16,4%) e o financiamento de veículos (10,7%). Em média, as famílias brasileiras comprometem 30% de sua renda com dívidas.

Inadimplência segue tendência de queda

O total de famílias com dívidas ou contas em atraso também apresentou a segunda redução consecutiva. O indicador passou de 26,5%, em setembro, para 26,1%, em outubro. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, a proporção cresceu 1,2 ponto percentual.

A parcela das famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso e que, portanto, permaneceriam inadimplentes também teve ligeira retração, passando de 12%, no mês passado, para 11,9%, em outubro. No mesmo período de 2019, o indicador havia alcançado 10,1%.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós diversas ameaças, homem segue ex-namorada e tenta atropelá-la
Próximo artigoNovo reservatório de água entra em operação no Porto