“Não estou na onda bolsonarista”

Prefeito Emanuel Pinheiro diz que elogios à gestão do presidente da República são efeitos de um local de isenção

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), disse que não embarcará na “onda bolsonarista” de olho nas eleições de 2022. Ele afirmou que seus recentes comentários elogiosos à gestão do presidente Jair Bolsonaro são ditos de uma posição de isenção. 

“Eu não sou bolsonarista, pelo contrário. Na campanha toda [de 2020] o bolsonarismo não me apoiou, tanto é que boa parte do PT veio me apoiar porque sabia que eu não era bolsonarista. Eu falei com isenção de quem não foi apoiado por bolsonaristas”, disse ele, em entrevista à rádio Vila Real esta semana.  

Os elogios de Pinheiro renderam uma postagem no perfil oficial do Bolsonaro no Facebook, na semana passada. O presidente repercutiu o trecho de uma entrevista em que o prefeito diz que “se não fosse o auxílio financeiro em 2020, Estados e municípios estariam quebrados”.  

Cuiabá recebeu quase R$ 300 milhões ao longo do ano passado em parcelas para o combate à pandemia e mitigação da queda da receita.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorArco-íris em Marte? Perseverance captura imagem e esclarece mistério
Próximo artigoPolícia Civil localiza R$ 150 mil em defensivos agrícolas de origem ilícita