LGPD e as responsabilidades dos empresários

A partir do mês de agosto, nós, empresários, teremos que cumprir as regras da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) para evitarmos sanções decorrentes da legislação. A principal finalidade é proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade do cidadão, e sabemos o quanto isso é importante, já que também somos clientes e, muitas vezes, vítimas da utilização inadequada dessas informações.

A lei regulamentará qualquer atividade que envolva utilização de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou jurídica, no território nacional ou em países onde esteja localizada a base de informação. Portanto, o primeiro passo das empresas, independente do porte, é ter o consentimento prévio do titular dos dados por meio de uma manifestação clara e informativa.

É importante ressaltar que a medida também demanda a conscientização da população, pois são informações que se utilizadas incorretamente podem gerar inconvenientes e grandes prejuízos. Por isso, empresários, recomendo que realizem todas as medidas necessárias para manter a segurança dos dados, utilizando-os somente com a finalidade da qual foram coletados e consentidos.

Outro detalhe importante é que os dados pessoais a que se refere à LGPD não são apenas dos clientes, mas de qualquer indivíduo cujos dados sejam tratados pela empresa, inclusive, a de seus funcionários.

Em meio a muitas dúvidas sobre o que fazer e como fazer, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio-MT) decidiu promover o evento on-line gratuito ‘LGPD – Mitos e Verdades’, no próximo dia 20 de julho, para contribuir com os comerciantes e demais interessados no tema.

Tenho certeza de que os empresários terão maior entendimento para formular as regras de boas práticas e de governança para não desrespeitar as regras e, inclusive, poder contratar profissionais que poderão atuar em conformidade com a legislação. Dessa forma, as relações jurídicas são fortalecidas, assim como a confiança do cidadão no tratamento de seus dados e as relações comerciais e de consumo.

José Wenceslau de Souza Júnior é presidente da Fecomércio, Sesc, Senac, IPF e Sindcomac em Mato Grosso, comerciante há mais de 40 anos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJovem invade casa da ex e tenta matar o novo namorado dela
Próximo artigoDiga “não”