Jucemat fechará empresas que estão paradas há 10 anos

Quem tem interesse em manter empreendimento deve comunicar oficialmente

A Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) vai fechar as empresas que não fizeram nenhuma atualização nos últimos 10 anos. Os empresários que estão nesta situação e ainda têm interesse em o empreendimento aberto, devem procurar o órgão e comunicar a decisão.

Na ausência dessa comunicação, a empresa será considerada inativa e a Jucemat fará o cancelamento do registro, com a perda automática da proteção ao nome empresarial e, posteriormente, fará comunicação do cancelamento às autoridades arrecadadoras no prazo de até dez dias, como estabelecido no artigo 60 da Lei Federal n° 8934/94.

A Junta Comercial alerta aos empresários que, em caso de não atendimento a essa normativa, a reativação da empresa obedecerá aos mesmos procedimentos requeridos para sua constituição.

“Várias empresas, mesmo com algumas alterações, demoram a atualizar seus registros, quer sejam endereços, capitais e outras informações. Então, conclamamos aos usuários empresários que atualizem suas informações, razão pela qual é importante fazer as atualizações”, explica o presidente da Jucemat, Manoel Lourenço de Amorim.

Atualmente, existem cerca de 376.781 empresas cadastradas na Junta Comercial do Estado, destas, 13.065 não apresentam informações desde 2011. Em Cuiabá, o número é de 3.524 empresas que poderão ser fechadas.

Para que isso não aconteça, o empresário deve acessar a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas (Redesim) que tem facilitado os processos burocráticos.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior20 mil processos para reciclagem
Próximo artigoAgentes encontram túnel em penitenciária e frustram fuga de detentos em MT