Irmão de prefeita de Sinop é preso por suspeita de peculato

Jaime Dallastra é acusado de subtrair material de concessionária e levar para fazenda da irmã prefeita

Foto: Assessoria Polícia Civil de Mato Grosso

O secretário de Governo de Sinop (500 km de Cuiabá), Jaime Dallastra, e irmão da prefeita, Rosana Martinelli, foi preso em flagrante pela Polícia Civil na tarde dessa terça-feira (2) por suspeita de envolvimento em crime de peculato.

Segundo a Polícia Civil, em ação integrada com a equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi constatada a subtração de material da concessionária Rota Oeste, sem a devida autorização.

A equipe da Polícia Rodoviária Federal foi acionada por volta das 15 horas para verificar a informação de que no KM 815 da BR 163, no município de Sinop, estava ocorrendo a subtração de material de propriedade da concessionária. No local, foi constatado que havia uma máquina composta pelo caminhão trator e parte de material fresado de asfalto que já havia sido carregado e transportado.

Questionado, o motorista do caminhão informou que havia recebido ordens para fazer o transporte do material para a fazenda Selo Verde, propriedade da prefeita da cidade e que já havia feito duas viagens, apresentando um ofício assinado pelo irmão da prefeita.

O Inspetor de Qualidade da Rota Oeste relatou que houve uma denúncia para a Rota do Oeste informando que havia uma pá carregadeira retirando o material (material fresado de asfalto) de propriedade da concessionária e que se deslocou até o local dos fatos para solicitar o documento de autorização para carregamento e transporte do material.

Foi apresentado um ofício, porém o referido documento não era de conhecimento do setor responsável pela liberação, que recebeu a orientação do chefe imediato para registrar boletim de ocorrência junto à Delegacia de Sinop.

Diante dos fatos, o irmão da prefeita foi conduzido a Delegacia de Sinop e após ser interrogado pelo delegado Pablo Bonifácio Carneiro, foi autuado em flagrante pelo crime de Peculato.

O que disse a prefeitura?

Em coletiva na manhã desta quarta-feira (2) o procurador geral do município de Sinop, Ivan Schneider, afirmou que a prefeitura não tem qualquer responsabilidade sobre o ocorrido nessa terça-feira (1º) e que, inclusive, nenhum dos veículos ou motoristas encontrados na situação tinham qualquer ligação com a prefeitura.

Schneider disse, ainda, que o secretário Jaime Dallastra já foi liberado, está em casa e deverá responder pessoalmente sobre o que o teria motivado a praticar as ações.

Já em relação à prefeita Rosana Martinelli, o procurador geral disse que ela está a par do ocorrido, mas não acompanha o caso, pois está com o marido em São Paulo, onde ele realiza um tratamento de saúde.

LEIA TAMBÉM

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia investiga possível abuso de crianças durante ensaio em igreja
Próximo artigoDeputados de esquerda vão acompanhar eleições na Venezuela