Homem mata esposa a facadas; ela o denunciava há dois anos

Registro da polícia revela que, em 2009, o suspeito já matou uma ex-companheira

Uelton está foragido (Foto: Reprodução)

Uma mulher de 35 anos foi assassinada pelo companheiro, de 42 anos, no fim da noite dessa sexta-feira (7), próximo ao Campo de Futebol do Bairro São Simão, em Várzea Grande (Região Metropolitana de Cuiabá). Ela já denunciava o suspeito por violência doméstica há dois anos.

O assassinato foi cometido com várias facadas no peito da vítima, por volta das 23 horas. O suspeito, Uelton Rodrigues de Jesus, ainda deixou o filho da mulher, de 15 anos, com vários ferimentos no queixo, nas nádegas e nas pernas. A suspeita é de que o adolescente assistiu à morte da mãe.

A Polícia Militar foi acionada por pessoas que viram o casal brigando próximo ao campo de futebol, mas quando a equipe chegou ao local, já encontrou a vítima, Maria Domingas Elias de Anunciação, uma mulher negra, magra, com cerca de 1,60 m de altura, caída no chão e aparentemente sem vida.

Conforme o boletim de ocorrência, ao lado dela, um adolescente de 15 anos também estava esfaqueado e no chão. Ele foi levado por vizinhos ao Pronto-Socorro de Várzea Grande, onde ficou sob cuidados médicos.

Os vizinhos contaram aos policiais que ouviram uma discussão entre o Uelton e Maria Domingas e o filho dela. Os militares entraram na casa da família e encontraram todos os cômodos revirados.

O suspeito fugiu logo após o crime e não foi mais visto. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas apenas pôde constatar a morte de Maria Domingas, causada pelas diversas perfurações em seu peito.

Antecedentes

Ao checar o nome do suspeito, os policiais constataram que ele já possuía várias passagens criminais por violência doméstica, muitas delas registradas pela vítima, que já dizia ser agredida e ameaçada pelo companheiro há mais de dois anos.

Nos registros constava ainda que, em 2009, Uelton já havia matado sua ex-mulher.

O caso foi registrado como homicídio doloso consumado contra a mulher e tentado contra o filho dela. O suspeito segue foragido.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro defende internação compulsória de dependentes químicos
Próximo artigoJovens refugiados participam de capacitação para o mercado de trabalho

O LIVRE ADS