Homem furta cachorro de raça do vizinho, tenta vendê-lo em bar e acaba preso

O suspeito e a convivente foram detidos alcoolizados após uma série de desacatos e resistência à prisão

Um homem de 30 anos foi preso alcoolizado na noite desta sexta-feira (09), após furtar um cachorro de raça do vizinho e tentar vendê-lo no “Bar do Manoel”, no Bairro CPA 3, em Cuiabá. Ele e a convivente foram detidos no local após uma série de desacatos e resistência à prisão.

Por volta das 23h, a Polícia Militar recebeu denúncia de uma testemunha que, ainda por telefone, informou que flagrou um homem, à pé, furtado o cão da raça Husky Siberiano em frente a residência, que seria de seu vizinho, pouco mais de uma hora antes.

Segundo o comunicante, que o acompanhou ao bar próximo, ele ainda tentou advertir o suspeito que reagiu dizendo que o cachorro seria dele, não mais do vizinho.

No “Bar do Manoel”, o cão foi encontrado amarrado próximo ao suspeito. Aparentemente alcoolizado, ele teria negado o furto e passado a desacatar os policiais repetidas vezes, até que fosse dada a ordem de posição para a abordagem. Mesmo assim, o homem desobedeceu e reagiu com palavrões, resistindo à voz de prisão, sendo necessário, segundo Boletim de Ocorrência, “o uso de força física moderada e algemas para contê-lo”.

No momento da detenção, uma mulher de 31 anos que informou ser convivente do suspeito chegou ao local investindo fisicamente contra os policiais para tentar impedir a prisão e ofendendo os militares. Ao resistir à ordem de prisão, a mulher também foi algemada.   

No caminho da delegacia, o casal foi se debatendo com ponta-pés dentro da viatura. O cão ficou na posse do comunicante que se prontificou a devolver o animal ao dono.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLeilão de frete vai remover milho para as regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste
Próximo artigoConfira o que levar e não levar para o Enem