Homem denuncia colega de trabalho ao encontrar carta em que ele confessa estupro de sobrinhas

O suspeito deixou cair uma carta escrito a próprio punho onde dizia estar arrependido de ter estuprado as sobrinhas de sete e 11 anos

Imagem ilustrativa

Um caso de estupro de vulnerável contra duas crianças, de sete e 11 anos, foi descoberto de uma forma atípica nessa semana. O suspeito escreveu uma cartão a próprio punho confessando os estupros e dizendo-se arrependido, deixou a carta cair, um colega de trabalho encontrou e entregou à polícia.

Os homens estavam em um curso em Sorriso (400 km de Cuiabá) quando a carta foi descoberta, na última quarta-feira (12), mas os crimes teriam acontecido em Sinop (500 km de Cuiabá).

Segundo o relato do homem que encontrou a carta, eles estavam em Sorriso para fazer um curso pela empresa em que trabalham e, em determinado momento, o suspeito deixou vários papéis caírem de sua bolsa.

O colega estava andando logo atrás e pegou os papeis, mas acabou lendo um deles e viu que se tratava de uma carta onde o colega de trabalho confessava ter estuprado suas duas sobrinhas, citando o nome delas, e se dizia arrependido.

Percebendo a gravidade da situação, o colega que achou a carta procurou a polícia, contou todo o ocorrido e disse o local onde o suspeito trabalha.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e será investigado pela Polícia Judiciária Civil.

O LIVRE produziu um manual para você saber como agir, caso tenha sido vítima ou testemunha de um crime sexual:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 120 milhões
Próximo artigoConheça os 5 melhores filmes de Bong Joon-Ho; vencedor do Oscar