Governo abre edital de R$ 12 bilhões para construção de ferrovia até Cuiabá

Obra de extensão de trilhos deve começar até o segundo bimestre de 2022 e tem prazo para conclusão total até 2028

(Foto: Divulgação)

O governo de Mato Grosso abriu nesta segunda-feira (19) chamamento público para construção de trechos da ferrovia Norte Brasil, de Rondonópolis a Cuiabá e de Rondonópolis a Lucas do Rio Verde. O projeto de extensão tem mais de 10 anos.

O projeto está orçado R$ 12 bilhões, com previsão de conclusão total até 2028. A extensão e a concessão dos trechos estaduais da ferrovia ocorrem com base em Emenda à Constituição aprovada neste ano pela Assembleia Legislativa. 

“Estamos lançando o edital já com um grupo interessado em assumir a concessão. Essa etapa segue o que está previsto em lei, de abrir oportunidade para outros interessados; mas se não houver, daremos a concessão ao grupo que já se manifestou em processo de continuidade do chamamento, que durará 45 dias”, disse o governador Mauro Mendes, referindo-se ao grupo Rumo. 

Pacote único 

O grupo vencedor da concorrência terá outorga de serviços por 45 anos, mas com a possibilidade de compartilhamento de exploração, ou seja, o transporte de cargas e passageiros poderá ser realizado por uma concorrente, após a conclusão do serviço. 

Os dois trechos da ferrovia são 730 quilômetros. O maior estende os trilhos de Rondonópolis a Cuiabá. A obra deverá começar até seis meses após a declaração de vencedor, o que é estimada até o primeiro bimestre de 2022. Esse trecho deve ser entregue até 2025. 

Já o segundo trecho, de Rondonópolis a Lucas do Rio Verde, terá prazo pra entrega até 2028. Os traçados deverão ser executados por um único grupo. O edital de chamamento de concorrência estabelece que as participantes tenham capital mínimo de R$ 1,2 bilhão ou comprovação de condição de financiamento. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMato Grosso receberá 141 mil doses de vacina contra a covid-19
Próximo artigoParlamentares de MT já gastaram R$ 1,6 milhão em verbas do Congresso