Gosta de música? Incubadora de MT procura jovens para trabalhar no setor

Projeto promete ensinar na prática conceitos de marketing e muito mais sobre o setor. Tudo isso, recebendo R$ 700 por mês

Foto Ilustrativa/Pixabay

O projeto “muito MATO” lançou nesta terça-feira (2) um edital para a contratação de jovens recém-formados interessados em atuar no mercado da música. Possível por meio da Lei Aldir Blanc – Edital MT Criativo, o “muito MATO” será uma incubadora com foco em Marketing Digital e Branding.

Jovens formados em Marketing e/ou Publicidade; Administração; Ciências Contábeis; Jornalismo; Rádio; Estatística; e Design vão ganhar uma bolsa de R$ 700 mensais – pelo período de 3 meses – para estudar o mercado da música ao mesmo tempo em que aplicam, na prática, esses conhecimentos adquiridos.

Os selecionados vão aprender a trabalhar com gestão e coordenação de redes sociais e plataformas digitais, planejamento de conteúdos digitais de artistas, propagandas, estudo de métricas, merchandising e o backstage que envolvem uma carreira musical.

Quer se inscrever?

A primeira condição para se inscrever, claro, é ser apaixonados por música. Além disso, é preciso residir em Mato Grosso, ter se formado recentemente (em 2020 ou ter previsão de formatura em 2021) e ter disponibilidade para participar das aulas e trabalhar. Tudo remotamente.

As inscrições seguem até sábado, 6 de fevereiro. Para participar do processo seletivo os candidatos devem encaminhar para o endereço eletrônico [email protected] os seguintes documentos:

  • Carta de intenção, escrita de forma livre, explicando sua relação com a música;
  • Currículo ou portfólio;
  • Formulário de inscrição;
  • Questionário.

O formulário e o questionário estão disponíveis neste link: https://bit.ly/39B71Cy

Para mais informações sobre o edital ou sobre o projeto “muito MATO”, mande e-mail para [email protected].

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós interdição, prefeitura faz obra emergencial em casarão no Centro Histórico
Próximo artigoFundação Abrigo Bom Jesus de Cuiabá recebe reforma da área médica