Fundo disputado

Presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi quer aprovação de projeto que divide R$ 40 milhões do Fundo da Saúde

Foto: Assessoria

Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Max Russi (PSB) articula para manter o substitutivo de lei do Fundo da Saúde, que divide os recursos com o Fundo de Ações Sociais. 

Russi diz que a distribuição deverá socorrer as 100 mil famílias que recebem R$ 150 por mês no programa estadual Ser Família. A votação foi suspensa por pedido de vista do deputado Lúdio Cabral (PT). 

O petista já apresentou uma emenda que impede a divisão dos R$ 40 milhões estimados para este ano entre os fundos. A rejeição da mudança é defendida por ele em conjunto com o deputado Dr. João (MDB), presidente da Comissão de Saúde. 

A intenção dos contrários é manter o Fundo da Saúde exclusivamente para os hospitais filantrópicos. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior250 tartarugas são resgatadas e devolvidas para a natureza em MT
Próximo artigoQuase 100% das escolas suspenderam atividades presenciais durante pandemia