Especialista americano quer ajudar Bolsonaro a mudar legislação sobre armas de fogo

John Lott defende que a facilitação ao acesso às armas de fogo resultará em números positivos na segurança pública no Brasil

Economista, comentarista político e um dos mais famosos defensores do direito das pessoas a portarem armas, o americano John Lott espera ajudar o Brasil em mudanças da legislação que visem a facilitar o acesso a armas de fogo a civis – e que, segundo ele, resultarão em números positivos para o setor de segurança pública brasileiro.

O americano entrou em contato com o professor Bene Barbosa, especialista em Segurança e colunista do LIVRE, mostrando a sua vontade em ajudar o Brasil nesse processo, que conta com o apoio explícito do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Para John, a ascensão de Bolsonaro é uma oportunidade crucial para a sociedade brasileira diminuir a criminalidade, hoje sem controle.

Entre outras mensagens trocadas com Bene, o americano afirmou sua preocupação em não se perder a oportunidade e ainda reconheceu o trabalho feito no Brasil pelo colunista.

“Estou muito consciente de quão cruciais serão esses primeiros meses. Janelas de oportunidade fecham muito rapidamente e você estará enfrentando muita desinformação. Se eu puder ajudar de qualquer maneira, por favor me avise. Eu só não quero que todos vocês percam esta oportunidade. Eu estaria disposto a ir ao Brasil para ajudar. Eu não estou dizendo que você não pode fazer isso sozinho. Você fez um trabalho incrível. Há muitas vidas e a segurança das pessoas em jogo”, disse o economista, em mensagem a Bene.

Neste mês, o Estatuto do Desarmamento completa 15 anos em vigor e, caso a flexibilização nas regulamentações das armas de fogo aconteça, o Brasil sairá de um rigoroso regime de controle de armas para uma legislação mais liberal em relação aos direitos individuais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS