Escola expulsou menina de 13 anos da classe porque seu macacão “distraía” os meninos

Aluna se sentiu constrangida pelo professor

Polêmicas sobre vestes em estudantes são recorrentes e uma das mais recentes aconteceu nos Estados Unidos. Segundo o jornal Today, a escola Raymond J. Fisher Middle School advertiu uma aluna de 13 anos por usar um macacão em um dia muito quente.

A roupa de Demetra Alarcon foi considerada inapropriada pelo professor, que disse que ela “distraía muito” os meninos da classe. Comunicando os pais, novas vestes foram enviadas à aluna: um shorts e uma blusa regata.

Acreditando que tudo estaria resolvido, o pai surpreendido novamente quando o professor afirmou que as vestes continuavam inapropriadas. O problema só foi resolvido quando uma calça foi levada até a estudante.

Apesar de ter atendido às exigências da escola, Tony Alarcon contou que a menina se sentiu “envergonhada e chateada”. Agora ele luta para tentar mudar o código de vestimenta do local porque acredita que é injusto com as meninas.

Ele disse que sua filha era apenas uma criança, não um símbolo sexual, e que só queria assistir às aulas sentindo-se confortável. A indignação do pai também foi compartilhada por muitos internautas que concordam com a necessidade da mudança do código de vestimenta nas escolas.

No entanto, outros discordam de sua posição, acreditando que a filha realmente estava vestida de maneira inapropriada. O superintendente da escola defendeu o posicionamento do professor e nada deve ser alterado na regulação interna do colégio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Porque essas escolas não adotam o uniforme como antigamente? É muito mais fácil controlar os alunos… só entra na escola de uniforme para estudar! Era muito legal na nossa época!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTrailer de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa é refeito com cenas da animação dos anos 1990
Próximo artigoProfessora tingiu cabelo de aluno com canetão porque seu corte violava os padrões da escola