Professora tingiu cabelo de aluno com canetão porque seu corte violava os padrões da escola

Família do garoto processou a escola

A atitude de uma professora do Texas, nos Estados Unidos, rendeu processo e uma enorme polêmica na sua tentativa de seguir a conduta e as normas do regimento interno de uma escola.

Segundo o Abc News, sem o consentimento da criança, a mulher tingiu seu couro cabeludo com um canetão permanente para preencher o espaço sem cabelo e fazer com que seu corte se encaixasse nos padrões do local.

A vítima foi Juelz Trice que, na época, tinha 13 anos. Ele tinha feito um corte de cabelo personalizado, que a professora descreveu como “corte de cabelo afro-americano com desenho de linhas inócuas”.

Então, segundo documentos, ela lhe disse que tinha duas opções: ser colocado em suspensão ou permitir que as linhas em sua cabeça fossem preenchidas com marcador. Ainda foi contado que, enquanto aplicava a punição no aluno, a professora e outros funcionários do local riram.

Revoltados com a situação, os pais entraram com um processo federal contra o distrito escolar por discriminação, buscando uma indenização.

Além da instituição, foram réus seus três funcionários. Randall Kallinen, o advogado da família, disse que Trice passou dias esfregando a cabeça para que as marcas do canetão saíssem. Toda a situação deixou o garoto humilhado e constrangido.

Após o caso, a escola alterou a política de penteados do código de vestimenta, mas os pais do menino não acharam que isso era suficiente e acusaram a instituição de discriminação racial.

A escola se defende argumentando que a professora foi abusiva e não seguiu o código de vestimentas da escola, pois essa punição não se aplica em nenhum caso, além do garoto não ter violado o regimento do colégio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEscola expulsou menina de 13 anos da classe porque seu macacão “distraía” os meninos
Próximo artigoHomem é preso por pagar criança com dinheiro para comprar doces em troca de estupros