Empresa vai aplicar R$ 43 milhões em produção de fertilizantes de solo em Nobres

Filial da Votorantim expandiu produção para incluir novo produto no portfólio que potencializa a nutrição do solo em lavoura e pastagem

(Foto: Divulgação)

A pandemia do coronavírus não interrompeu os investimentos no setor do agronegócio. A resistência da projeção de novos recordes das colheitas tem incentivado empresas à produção de novas linhas e a aplicação de cifra milionária para o desenvolvimento dela. 

A fábrica Votorantim deverá investir R$ 43 milhões em sua filial em Nobres (142 km de Cuiabá) nos próximos anos na produção de corretivo de solo, quase um quarto do total anunciado pela Votorantim para investimento no Brasil em cinco anos.  

A indústria passou por expansão para atender a demanda do produto registrado como Optmix. A produção anual passou de 200 mil toneladas para um 1 milhão de toneladas, com a entrega de calcário, cal e gesso. 

Fábrica da Votorantim em Nobres que passa a ter o Viter como pilar estratégico em produtos para o agro (Foto: Divulgação)

Conforme o gerente geral da Viter, Laércio Solla, o produto potencializa dos elementos do solo em regiões com escassez de nutrição na superfície, como o cerrado, e também na renovação do solo entre lavouras. 

“O solo do cerrado é arenoso, não favorece o cultivo de lavouras por falta de elementos nutritivos na superfície do solo. O que o Optmix Viter faz é trazer esses elementos da parte mais profunda do solo e deixá-los ao alcance das raízes da plantação, ele potencializa a fertilização”, disse. 

No caso das entre safras, ele explica, que o solo tende a se desgastar ao longo do tempo e a nova linha ajuda no processo natural para tornar a terra mais nutritiva. E o alavanco tende a fazer aumentar a produção. 

O primeiro experimento foi realizado em plantação de algodão e o resultado foi de crescimento entre 10% e 15% no volume da colheita. “A gama de uso da ViteréViter amplo, vai de pastagem, lavoura de cana ao algodão, à soja e o milho”, explica Solla. 

Segundo ele, a expansão da indústria em Nobres já gerou 230 postos de emprego durante a construção e abriu outros 27 postos na linha de produção. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIdoso de 77 anos acredita que filha foi sequestrada e faz empréstimo para pagar resgate
Próximo artigoMarido encontra homem saindo da sua casa, questiona e esposa diz que ele havia tentado estuprá-la

O LIVRE ADS