Emanuel critica MDB e diz que deputados pertencem a Mauro Mendes

Prefeito de Cuiabá diz que bancada do partido na AL articulou encontro partidário para defender o governador

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro criticou duramente a bancada do MDB na Assembleia Legislativa pelo que considera compromisso total com a gestão do governador Mauro Mendes (DEM) e não com os ideais e propostas do partido.

A declaração foi dada nesta quinta-feira (29) durante entrevista à Rádio CBN, em Cuiabá.

O MDB realizou um encontro partidário no dia 19 deste mês em Chapada dos Guimarães (60 km de Cuiabá). Na avaliação do prefeito Emanuel Pinheiro, o ato que deveria ser estritamente político-partidário aos interesses do MDB, serviu apenas para “bajular” o governador Mauro Mendes e os secretários de Estado, numa “ação orquestrada” pela bancada de deputados estaduais.

“Se fosse um encontro do partido, eu estava pronto para ir. Foi um encontro para desfilar autoridades do governo do Estado que contaram inverdades, ludibriando mais de 20 prefeitos e vices que estavam lá, esperançosos para firmar algum convênio, e foram empurrados com a barriga e com mentiras e enganações”, declarou.

“Missões mais relevantes”

Emanuel disse que não compareceu porque como prefeito de Cuiabá tem outras missões que considera mais relevantes. Ainda classificou os deputados do MDB na Assembleia Legislativa de “deputados do Mauro” e não prioritariamente compromissados com o partido.

“Fizeram um evento para bater palmas ao governador e seus secretários. Eu sou prefeito de Cuiabá e tenho mais o que fazer. Cuiabá precisa de mim 24 horas por dia. Minha ausência foi uma forma de dizer ao partido: parem com essa bajulação, se imponham! Sejam um partido de respeito! Quando tiver um encontro de partido para discutir problemas e decidir o destino do partido, propostas para Cuiabá e Mato Grosso ou debater a candidatura própria daí me chamem. Estarei pronto para falar e ouvir. Não um encontro de bajulação para atender aos deputados da base do atual governo. Esses não são deputados do MDB, são deputados do Mauro”, reforçou.

Emanuel ainda informou que manteve ontem uma conversa com o presidente do diretório estadual do MDB, deputado federal Carlos Bezerra, que lhe deu razão quanto à falta de propósito no encontro do MDB em Chapada dos Guimarães.

“Ontem mesmo tive uma reunião com o deputado federal Carlos Bezerra e ele me deu razão total. Ele foi surpreendido também. Nós não fizemos um encontro do partido em Chapada dos Guimarães. O Bezerra pensou que seria um debate técnico. Ao perceber que não tinha nada de discussão envolvendo o MDB,  aproveitou e foi ao médico. Ficou muito decepcionado. Eu propus ao Bezerra um encontro do partido no segundo semestre”, concluiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQueiroga afirma que população será totalmente vacinada com as duas doses até dezembro
Próximo artigoPai registra boletim após descobrir que filha de 13 anos está grávida de jovem de 18 anos