“Doeu no coração ver um colega preso”, diz Bolsonaro sobre Daniel Silveira

O presidente falou publicamente pela primeira vez sobre a prisão do parlamentar da base do governo

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

O presidente Jair Bolsonaro comentou pela primeira vez publicamente a prisão do deputado federal, Daniel Silveira (PSL). Durante a participação em um evento em Brasília, nesta quinta-feira (9), Bolsonaro afirmou que “doeu” ver o deputado preso.

“Temos aqui um parlamentar que ficou sete meses preso. Se coloquem no lugar dele”, disse Bolsonaro, durante uma cerimônia para marcar o Dia Internacional Contra a Corrupção. “Eu não entendo um parlamentar ficar preso por sete meses. Se errou, como todos nós podemos errar, jamais a pena seria para isso.”

Dor no coração

O presidente ainda afirmou que apesar da dor de ver o colega preso, não poderia agir se não fosse de maneira drástica.

“Doeu no meu coração ver um colega preso? Doeu. Mas o que fazer? Será que queriam que eu tomasse medidas extremadas?”, indagou Bolsonaro. “Como é que ficaria o Brasil perante o mundo? Possíveis barreiras comerciais, problemas internos”, completou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSafra de grãos em 2022 deve ser a maior da história, diz IBGE
Próximo artigoQuase 70% das brasileiras conhecem um ou mais vítimas de violência doméstica