Dilmar quer, mas sem afrontar Júlio

Líder do governo na ALMT, deputado acha melhor não criar confusão dentro do DEM

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Deputado estadual, Dilmar Dal Bosco (DEM) quer disputar a eleição suplementar ao Senado, mas afirma que não quer concorrer internamente contra o ex-governador e cacique do DEM, Júlio Campos.

“Nenhuma vez tivemos disputa pelo cargo A ou B dentro do partido. Eu não vou competir com uma pessoa que admiro muito e que tenho orgulho de estar ao lado dele”, ponderou o parlamentar.

Por outro lado, Dilmar, que atua como líder do governo Mauro Mendes (DEM) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), lembra que sua região – com 700 mil eleitores –  nunca teve um senador.

“Essa seria uma oportunidade”, defendeu o deputado que tem base eleitora em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá).

Júlio, por sua vez, segue convicto de que será o candidato do DEM e articula a formação de uma aliança com outras siglas importantes, o que inclui conversas com o PP do ex-ministro Blairo Maggi, o PSD de Carlos Fávaro, e o PSDB, de Nilson Leitão.

Estes dois últimos, assim como Dilmar, também sonham com a vaga.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComo o cinema da Coreia do Sul foi reinventado e venceu o Oscar?
Próximo artigoGaeco acusa 64 pessoas de fazerem parte do Comando Vermelho