Derrotado no 1º turno, Emanuel diz que vai pedir apoio de adversários

Prefeito diz que não acredita em apoio incondicional de Mauro Mendes aos seus adversários no segundo turno

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Derrotado no 1º turno das eleições para Prefeitura de Cuiabá, o prefeito e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB) declarou que vai buscar o apoio de todos os candidatos derrotados na disputa eleitoral.

A declaração foi dada na manhã desta segunda-feira (16), em entrevista coletiva concedida pelas redes sociais.

Na oportunidade, Emanuel revelou que pretende dialogar com a candidata Gisela Simona (PROS), terceira colocada nas urnas com 52.191 votos, para obter apoio político. Ainda atacou sem citar nominalmente o adversário Abílio Brunini (Podemos), com quem disputa o segundo turno no dia 29 de novembro.

“Cuiabá não pode ser entregue a neófitos, inexperientes e malucos que representam um risco para a nossa cidade”, disse.

Questionado a respeito da possibilidade de apoio governador Mauro Mendes (DEM) à chapa adversária formada por Abilio Brunini e Felipe Welaton, Emanuel disse que a chapa mais votada no dia de ontem é formada por “loucos e irresponsáveis”.

“Não acredito que o governador vai se sentir bem em apoiar uma chapa inexperiente composta por quem nunca plantou uma árvore sequer em Cuiabá. Somos uma cidade pujante com 700 mil famílias e não podemos ser entregues a loucos e irresponsáveis”, avalia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNão conseguiu justificar a ausência na votação? Saiba o que fazer
Próximo artigoDiabetes: conheça as principais “mentiras” que prejudicam quem tem a doença