Depois do crime, a improbidade

Provas contra Silval e ex-secretários - que já resultaram em condenações na esfera penal - agora serão compartilhadas em investigação cível

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A juíza da 7ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, Ana Cristina Silva Mendes, autorizou o compartilhamento com o Ministério Público Estadual (MPE) de provas de esquemas de corrupção na concessão de incentivos fiscais em Mato Grosso.

Trata-se de documentos que apontariam a participação do ex-governador Silval Barbosa e dos ex-secretários de Estado Pedro Nadaf e Marcel de Cursi e do ex-chefe de gabinete, Silvio César Côrrea de Araújo, além da ex-funcionária da Fecomércio Karla Cecília de Oliveira Cintra.

A decisão foi publicada no Diário da Justiça nesta quinta-feira (10).

Na ação penal cujas provas serão emprestadas, houve condenação de todos os envolvidos com penas variáveis de 3 a 15 anos de prisão em regime fechado.

Agora, esses documentos devem subsidiar inquérito civil conduzido pelo Núcleo de Defesa do Patrimônio, que investiga a suspeita de improbidade administrativa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOperação Chapéu de Palha: organização tinha cinco núcleos em MT
Próximo artigoRisco de desabamento dificulta trabalho da perícia em prédios incendiados