Após exigir vacina para professores, sindicato quer vacinação de alunos para voltar ao trabalho

Movimento Escolas Abertas cobra a reabertura das escolas, apontando as dificuldades do ensino remoto

(Foto: Pixabay)

Nesta semana, o governo de Mato Grosso anunciou que deve destinar 10% das doses de vacina para covid-19 para os profissionais da Educação. Assim, o grupo deve se tornar prioritário, assim como os servidores da Segurança Pública. A ideia é que, com a imunização, possa haver a retomada das atividades presenciais ou híbridas.

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), porém, descartou a possibilidade de retorno ao trabalho antes que todos os alunos também estejam imunizados.

“Esperamos que essa vacinação não se torne uma pressão para o governo retomar as atividades presenciais, sem que estejam vacinados todos os estudantes”, afirmou o presidente do Sintep, Valdeir Pereira.

A preocupação dele é que haja uma proliferação do vírus entre quem não estiver devidamente imunizado.

“Retorno às aulas seguro só é possível quando tiver vacina para todos. Se há uma categoria que quer retornar as atividades, são os trabalhadores da educação”, complementa.

Movimento Escolas Abertas

O Movimento Escolas Abertas, formado majoritariamente por pais e mães de alunos, critica o posicionamento. O grupo cobra a reabertura das escolas apontando as dificuldades do ensino remoto.

“Grupos de WhatsApp com o professor não supre a escola, o convívio escolar, a rotina escolar, a merenda, a explicação de um professor que tem técnica e condição para explicar”, citam.

Para o movimento, a pauta do presidente do Sintep inviabiliza o retorno da aulas.

“Não há vacina para alunos. Não há previsão de que aconteça. O que esse cidadão quer é afrontar governo e a população, é jogar nossos alunos, nossos filhos, em um ciclo interminável de alienação, abandono, levando as famílias cuiabanas à falência educacional“, diz o grupo em um manifesto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSenado cria Frente Parlamentar pelo Desarmamento
Próximo artigoFeriados municipais e estaduais de 2021 e 2022 podem se tornar facultativos