Delegado é acusado por oficial da PM de ameaçá-lo em base militar

Stringueta teria ido à base da PM acusar tenente envolvido em caso de geladeira na PCE de estar "planejando matar um delegado"

Flávio Stringueta (à esquerda - Foto: Ednilson Aguiar / O Livre) e Cleber de Souza Ferreira (à direita - Foto: Reprodução)

O tenente da Polícia Militar Cleber de Souza Ferreira registrou um boletim de ocorrência na segunda-feira (26) acusando o delegado da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Flávio Henrique Stringueta, de ameaçá-lo na Base Comunitária de Segurança Pública do 1º Batalhão da Polícia Militar, em Cuiabá, acompanhado de uma equipe da Polícia Judiciária Civil.

Segundo relato do tenente, por volta das 16 horas dessa segunda-feira o delegado Stringueta foi até a 3ª Companhia de Polícia, base do 1º BPM, com uma equipe formada por quatro policiais armados e com coletes balísticos.

Acreditando se tratar de um assunto ligado à atividade policial, o tenente Cleber, que é comandante da base, convidou a equipe à sala do comando.

Porém, quando isolados, segundo o tenente, o delegado Stringueta teria dito que “sabia que este oficial PM estava planejando matar um delegado” e que “este oficial PM deveria rezar para não acontecer nada, que caso acontecesse esse oficial já sabia”.

O tenente, então, questionou: “Sabia o que?”, e teria obtido como resposta que seria o principal suspeito.

Os outros membros da equipe da GCCO ainda teriam justificado a fala do delegado, segundo o tenente, dizendo: “Já que você tem várias broncas, você sabe que isso irá aumentas as suas broncas, então reze para que o delegado não morra”.

Para o tenente, isso soou como uma ameaça de que ele sofreria represálias.

Depois disso, ainda conforme relato do tenente, Stringueta entregou uma cópia da denúncia 4604/2020 ao tenente, que disse que os fatos narrados na denúncia não tinham qualquer procedência, colocou-se à disposição para prestar esclarecimentos e ofereceu seu celular para passar por perícia. O delegado, porém, teria se recusado.

Diante do ocorrido, o tenente resolveu registrar um boletim de ocorrência contra o delegado por “ameaça e abuso de autoridade”.

Outro lado

Procurado pelo LIVRE na manhã desta quinta-feira (29), o delegado Flávio Stringueta disse que a denúncia do tenente é “desespero dele”.

Histórico

Cleber de Souza Ferreira é um dos policiais denunciados por participação na entrada de aparelhos celulares, carregadores, chips e fones de ouvido na Penitenciária Central do Estado (PCE) dentro de um geladeira em junho de 2019.

Relembre o caso:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDisparos ilegais
Próximo artigoDepois de ser provocado, Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de “Nhonho”