Cuiabá desiste de comprar testes

Contrato de R$ 3,6 milhões chegou a ser assinado, mas foi cancelado após orientação do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus

(Foto: Reprodução/ Folha PE)

A Prefeitura de Cuiabá cancelou um processo para compra de testes rápidos para diagnóstico da covid-19. A contratada seria a empresa Feafro Trading, que lucraria R$ 3,6 milhões. 

O contrato chegou a ser publicado como uma compra emergencial no Portal da Transparência do município, como aquisição da Secretaria de Saúde. 

Nesta quinta-feira (4), no entanto, a assessoria de comunicação informou que o contrato foi suspenso. A decisão foi tomada após consulta ao Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, que desaconselhou a compra desse tipo de produto. 

“O Comitê Municipal de Enfrentamento ao novo coronavírus deliberou que o Município não deveria fazer a aquisição dos testes rápidos. Dessa forma, o contrato, que ainda está disponível para consulta, vai ser atualizado com a informação de cancelado”, diz a nota. 

A empresa

Feafro Trading é uma empresa nova que atua com fornecedores no Brasil, mas tem como principal ramo de atividades a exportação de produtos hospitalares da China. 

O LIVRE entrou em contato com a empresa para saber da linha da produção e foi informado que nenhuma instituição no Brasil adquiriu os testes rápidos. Havia consideração de desistência desse mercado por falta de demanda. 

Em pesquisa, o LIVRE identificou ainda que a Feapro Trading tem atuação voltada para a África, com a venda de diversos produtos que vão de equipamentos hospitalares a artigos eróticos, para sex shop.

O comércio desse segundo item foi negado pela empresa. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTestes em massa no Paiaguás
Próximo artigoDesembargador condenado por venda de sentenças é proibido de se aproximar da ex

O LIVRE ADS